Olha que historinha interessante, um amigo me ligou esta semana contando:

– Lí, tenho uma graninha e vou montar uma loja virtual de pinga. Todo tipo de pinga! Do Brasil inteiro. Entrei no Google e digitei “pinga” e não achei nenhum link patrocinado de loja virtual focada nisso. Então já pedi para um amigo desenvolver uma logomarca para colocar no site e este mesmo amigo vai fazer minha loja por apenas R$9.000,00. Ainda sobram R$11.000,00 para comprar o estoque e guardar uma grana para o giro do caixa. Vou montar tudo aqui em casa mesmo, é bom que não pago aluguel, sabe…

– Pára tudo! eu soltei.

– Que foi?

– Você já gastou algum real destes R$20.000,00?

– Ainda não, mas…

– Ufa!

– Li, você está me assustando…

– É pra assustar mesmo, meu amigo. Por pouco você não declara falência antes mesmo de abrir a loja.

– Magina! Minha idéia é super legal! Ninguém vende somente pinga pela internet!

– Porém ter apenas uma boa idéia, não vende! E outra, ninguém vende nada na internet além de confiança, meu caro. Já comentei com você o quão intolerante a erros o consumidor se mostra quando está comprando pela Internet, ou seja, qualquer falha do site seja na entrega, na disponibilidade de estoque, na informação de produtos ou ainda na própria estabilidade leva o consumidor a perder a confiança naquela empresa e daí ela não vende NADA! E acreditar somente numa boa idéia, sem planejar, é um prato cheio para todos estes erros que citei.

– Você está dizendo que eu não sou uma pessoa de confiança? (Senti uma pinta de raiva na intonação da voz…)

– Não, querido. Quero dizer que você precisa estudar todos os pontos necessários a abertura da sua empresa antes de gastar se quer R$1,00. Sua loja virtual de pinga é uma EM-PRE-SA! De novo: não basta apenas ter uma idéia, um site e um layout bonitinho para ganhar dinheiro, aliás quem está começando com pouco capital não gasta R$9.000,00 numa loja com um amigo programador. Você já pesquisou o preço de aluguéis de lojas com pelo menos 3 empresas que trabalham com isso a mais de 5 anos?

– Não.

– Bom, para começar, você já pesquisou o custo que terá com abertura de firma e se há alguma lei específica para venda de bebidas alcóolicas na internet?

– Não.

– Você sabe qual o índice de procura deste produto na internet? Já foi atrás para descobrir quanto custa esta palavra-chave para ter uma idéia disso? Você já planejou como vai estocar estas garrafas? E você entende algo sobre pinga além de saber que pode te deixar de porre?

– Hummmm

– E os concorrentes? Já foi conversar com a equipe da Bacco’s, da Imigrantes Bebidas… Já comprou deles para saber como trabalham?

– Não (esse ouvi bem baixinho…)

– Então antes de gastar dinheiro o que acha de colher todas estas informações e mais uma lista de pontos necessários para iniciar seu negócio e depois colocar no papel? Olha, eu imagino que séculos atrás, até os caçadores desenhavam nas cavernas como seria a caçada do dia seguinte: quantos bichos eles iriam matar, em que lugar, com qual ferramenta, então que tal aprender com eles?

– Não é uma má idéia…

– Grave isso: se você almeja ter uma operação de e-Commerce de sucesso precisa entender que, o que você vende, basicamente é confiança, ou você tem alguma dúvida de que comprar um produto sem vê-lo, de uma empresa que as vezes não se sabe onde está, sem ter um vendedor, pagar e ficar esperando que o mesmo produto chegue perfeitamente em sua casa não é pura confiança?! E para que tudo isso dê certo depende do quê?

– Já sei: de planejamento!

– Tu está ficando esperto…rs

– Tá certo, UpaLupa. Depois de ficar com a orelha vermelha, vou começar tudo de novo… Quanto eu te devo?

– Por hoje só um kinder ovo tá bom.

– Fechado!

Anúncios