Essa pergunta que consta no título do post foi feita para um grupo de pessoas no próprio facebook [em que fui marcada] e tomei a liberdade para postar minha resposta aqui no blog também, afinal achei a pergunta muito interessante e agradeço a Anamaria pela oportunidade de discutir sobre o tema… Não que minha opinião sirva para muita coisa, mas achei legal conversar a respeito e colher opiniões diferentes da minha por aqui tb… 🙂 #boralá

face

“Vamos para uma analogia simples… supondo que vc está numa festa, como você consegue engatar uma conversa com alguém ou com uma roda de pessoas além de ser apenas notado que está ali?? Na vida real como fazemos isso? Creio que a primeira pergunta a se fazer é: porque eu quero fazer isso? Porque estar entre aquelas pessoas e conversar com elas é importante para mim? A maioria das empresas/pessoas não sabem responder essas simples perguntas… A questão não é o COMO, mas o PORQUE!!! Se você sabe o porque, vai saber como atrair as pessoas naturalmente pra conversar contigo. Quando você, sendo um indivíduo ou um grupo de pessoas [vulgo empresa tb] possui consciência de quem é, o que faz e porque está onde está, nem precisa fazer esforço para entender como gerar conversas… é uma questão de afinidade… quem estuda sobre redes sociais de verdade sabe bem disso, né Augusto de Franco? Por isso que pra mim, com todo respeito a opiniões contrárias, discutir o como sem o porque é correr atrás do próprio rabo, é ficar criando técnicas para chamar a atenção e correr o risco de ser inconveniente ou até obter resultado de curto prazo, para depois da festa ninguém lembrar do seu nome… Relações sustentáveis entre pessoas ou grupos de pessoas, na minha humilde opinião já que foi solicitada, só é possível quando não forçamos a barra e isso é fruto da forma como as pessoas estão organizadas na vida, de como agimos com todos… se agimos de forma distribuída e livre ou centralizando a atenção [vulgo carência]. Beijinhos”

Anúncios