Foto by Andréa Ferrara

Eu poderia falar milhões de coisas bacanas sobre o conteúdo do evento, sobre um monte de profissional bacanudo que palestrou lá, sobre a infraestrutura impecável, a feira super organizada, os diversos contatos e negócios que pude fazer por lá, mas isso tudo apesar de fazer parte do que esperamos de um evento de excelência, não foi nem de longe o mais importante.

O que de fato fez diferença pra mim foi assistir a emoção dos meus amigos ao sentirem que aquele momento era um marco para a empresa deles. Um marco pra vida deles. E mesmo que eles não tenham noção disso, um marco na vida de muita gente que estava ali.

Eu conheci a dupla Rafa Forte e Alê Soncini em meados de 2008 quando comecei o BPecommerce e eles ainda estavam na WX7. Ambos eram pequenos no mercado, eu com um evento com poucas edições e sem nenhum patrocínio e eles com uma fábrica de software comemorando cada novo cliente. Ficamos amigos, brothers mesmo, assim de socorrer nos momentos mais complicados ao cuidar de um projeto, indicar uma conta ou dar uma palestra em cima da hora porque outra pessoa desmarcou. E a vida foi seguindo, eu consegui rodar o Brasil todo evangelizando o país no e-commerce, completando 50 edições em SP e mais de 100 em outras cidades. Eles fizeram da WX7 e VTEX uma só empresa com o Mariano e o Geraldo. Daí conheci essa outra dupla de feras! E até 2011 quando estava ativa no mercado pude trabalhar lado a lado contribuindo para indicar mais e mais clientes porque sabia que eles entregavam o que prometiam. E quando tinham dificuldades, sempre eram transparentes e encontravam uma solução. De 2011 até 2016 trabalhei de forma muito esporádica porque além de cuidar da família que construí, recentemente tive problemas de saúde que por alguns momentos me fizeram achar que eu nunca mais conseguiria trabalhar ou viver em sociedade. Mas eu tenho amigos. No final do ano passado comecei a trabalhar na Concierge Brasil com o querido Renato Gonzaga e a oportunidade que ele abriu me ajudou a custear meu tratamento. Consegui me livrar dos remédios e fui ficando mais confiante. Voltei para o mercado aos poucos e algumas reuniões fizeram toda a diferença na minha recuperação. Uma delas foi com o Rafa Forte e foi muito importante perceber que para ele nada havia mudado, que eu era a mesma Lígia de sempre e ele também era o mesmo Rafa, independente do quanto ele havia decolado o sonho dele e eu estacionado o meu. Depois também falei com o Soncini via Skype e o carinho foi o mesmo. E é esse tipo de postura que eu valorizo num empreendedor: o quanto ele não esquece de quem verdadeiramente é e de quem as pessoas são, mesmo quando o negócio voa bem alto. Mas a turma da Vtex não só possui uma boa memória, como têm talento para inspirar e levar os amigos junto com eles. Ontem eu estava lá. Junto deles. Representando a Concierge Brasil, que possui a Vtex como cliente. Bacana demais isso! Eu não pude ir nas primeiras edições do VtexDay, então cheguei com a expectativa de um evento de ecommerce super TOP. Só. Mas não foi só isso. Havia uma energia ali pairando no ar o tempo todo… uma emoção diferente… algo que fazia fluir a vitória para todos. E que explodiu na hora do show final. O Geraldo parecia criança naquele palco e foi lindo!

Enquanto Ivete Sangalo estava arrebentando nossos corações eu vi Rafa chorar, vi Alê chorar, abracei Mariano chorando e tudo isso se resume ao seguinte: é difícil pra CACETE empreender honestamente em nosso país, mais difícil ainda fazer uma empresa brasileira se internacionalizar e estar entre as melhores do mundo em tecnologia. Esses caras e esse time dão o sangue pra isso! Mas vale a pena! Eu posso falar pra minha filha que vale a pena! O momento que estamos vivendo em nossa política pode levar muitas pessoas a acreditar que está tudo perdido. Mas EU POSSO GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR que tenho amigos que fazem a diferença! Que geram oportunidades de trabalho para todo um ecossistema sem precisar pisar em ninguém.

Eu vi toda esta rede nascer e ao assistir o show de ontem um filme passou na minha cabeça… POXA, valeu a pena estar perto, conhecê-los, abrir portas, desbravar cada cidade e pavimentar o terreno para empresas como a Vtex decolarem. Tô com um orgulho enorme mesmo! Orgulho do que fiz lá atrás e da superação que tive neste evento. Há um ano atrás eu mal podia sair do meu quarto por N motivos, entre eles fobia social e ontem eu estava num show lotado de gente e não passei mal nenhum minuto. Tudo porque eu não queria perder nenhum momento dos meus amigos vencendo uma etapa importante para todos nós. É clichê mas termino com #gratidão.

Anúncios